Bio&Química

IMPORTANTE: No momento, não há atividades neste fórum. Por favor,caso queira sanar suas dúvidas, visite o fórum www.pir2.forumeiros.com ,que você encontrará seções ativas de biologia e química.

Obrigado.
Bio&Química

Este fórum é um espaço dedicado ao ensino da Biologia e Química que, disponibiliza em suas páginas, apostilas, e-books, questões resolvidas e tudo o mais para incentivar e expandir o aprendizado.

Para abrir Editor LaTeX Codecogs - clique


clique em "copy to document" e copie o código HTML para o campo de postagem
Thank you Codecogs!
CodeCogs - An Open Source Scientific Library

    Solução Pka

    Compartilhe

    Diegomedbh
    Membro
    Membro

    Mensagens : 30
    Data de inscrição : 14/03/2012

    Solução Pka

    Mensagem por Diegomedbh em Dom Mar 18, 2012 9:40 am

    Dissolveram-se 0,050 mol de fosfato de sódio, Na3PO4, numa solução aquosa de HCl, de modo a formar 500 mL de solução de pH = 8,0. As constantes de dissociação do ácido fosfórico, H3PO4, são:

    pKa1 = 3,0 ; pKa2 = 8,0 ; pKa3 = 13

    Em relação à solução e aos seus componentes, é INCORRETO afirmar que:
    A) A solução pode atuar como um tampão de pH.
    B) A concentração dos íons Na+ é 0,30 mol/L.
    C) A concentração dos íons PO43_ é 0,10 mol/L.
    D) As espécies H2PO4_ e HPO42 _são anfipróticas.

    Alguém pode me explicar esta questão detalhadamente?

    Gabarito: C

    Luís Feltrin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 321
    Data de inscrição : 11/06/2011
    Idade : 26
    Localização : Rio Grande do Sul

    Re: Solução Pka

    Mensagem por Luís Feltrin em Dom Mar 18, 2012 2:05 pm

    Cara, pra saber que a (C) tá errada tu nem precisa fazer contas, vai só na dedução mesmo.
    Mas vamos chegar lá! Começando do início: reação de um sal com um ácido forma sal e ácido.

    Na3PO4 + 3HCl ==> 3NaCl [Na+ + Cl^-] + H3PO4
    1 mol -------------- 3 mols

    Lembrando que em solução o sal está dissociado em Na^+ e Cl^- e que pela estequiometria temos 3 mols de Na^+ para 1 mol de sal inicialmente dissolvido.

    Calculemos a concentração molar do sal dissolvido em 500 mL (0,5 L) de solução:

    M = 0,05 / 0,5
    M = 0,1 mol/L de Na3PO4

    Então nós temos:

    1 mol de Na3PO4 ----------- 3 mols de Na^+
    0,1 mol/L de Na3PO4 ------- x
    x = 0,3 mol/L de Na^+

    Quanto a essa solução poder ou não atuar como um tampão, basta lembrarmos que um tampão é uma solução de um ácido fraco e de um sal correspondente a esse ácido (ou uma base fraca e um sal correspondente a essa base). O ácido fosfórico é um ácido fraco a moderado, portanto, essa solução de H3PO4/Na3PO4 pode atuar como tampão. [O único ácido poliprótico (mais de um próton que se ioniza) forte é o ácido sulfúrico; os outros são todos fracos].

    Agora que houve a formação do ácido fosfórico nessa reação, vamos fazer a sequência de ionizações (lembrando que K = 10^-pK):

    H3PO4 + H2O -------------------> H2PO4^- + H3O^+ Ka1 = 10^-3

    H2PO4^- + H2O ---------> HPO4^2- + H3O^+ Ka2 = 10^-8

    HPO4^2- + H2O ---> PO4^3- + H3O^+ Ka3 = 10^-13

    Por que no início eu disse que nem precisava fazer conta pra saber que a letra (C) tá errada? Perceba que começamos com 0,1 mol/L do sal inicialmente dissolvido. Depois da formação do ácido, ocorreu as ionizações. A cada ionização, o pKa aumentou; em outras palavras, o Ka diminuiu, ou seja, cada composto formado se ioniza cada vez menos. Quando chegamos na 3ª ionização temos muito pouco PO4^3-, visto que o Ka3 é extremamente pequeno, praticamente desprezível.
    [Note que eu coloquei uma seta bem grande na reação direta da 1ª ionização e uma bem pequena na reação direta da 3ª ionização pra se enxergar melhor o efeito do Ka]

    Fazendo as contas:

    1ª ionização:

    10^-3 = x*10^-8 / 10^-1 - x
    10^-4 - 10^-3x = 10^-8x
    10^-4 = 10^-3x (como 10^-8x + 10^-3x ≈ 10^-3x)
    x = 10^-1 mol/L de H2PO4^-

    [O 10^-8 foi tirado do pH = 8 da solução dado no enunciado]

    2ª ionização:

    10^-8 = x*10^-8 / 10^-1 - x
    10^-9 - 10^-8x = 10^-8x
    10^-9 = 2*10^-8x
    x = 5*10^-2 mol/L de HPO4^2-

    3ª ionização:

    10^-13 = x*10^-8 / 5*10^-2 - x
    5*10^-15 - 10^-13x = 10^-8x
    5*10^-15 = 10^-8x (como 10^-8x + 10^-13x ≈ 10^-8x)
    x = 5*10^-7 mol/L de PO4^3-

    Anfiprótico quer dizer que atua tanto como ácido ou como base. Ou seja, um composto que pode doar (ácido) ou receber (base) prótons. Observando as equações de ionização acima vemos que H2PO4^- e HPO4^2- são anfipróticos.

    Bons estudos!

    [Planck]³
    Membro
    Membro

    Mensagens : 132
    Data de inscrição : 11/02/2012

    Re: Solução Pka

    Mensagem por [Planck]³ em Dom Mar 18, 2012 3:07 pm

    Erro grotesco de conceito no enunciado da questão --> "As constantes de dissociação do ácido fosfórico..."

    A constante de um ácido (que é uma molécula) NÃO é de dissociação e sim de ionização.

    Vamos à questão:

    a) Na3PO4 + 3HCl --> 3NaCl + H3PO4
    ->0,05 mol--0,15 mol--0,15 mol--0,05 mol

    PH=8,0 => [H+]=10-8/500 ml = 2.10-8 mol/l≈ PH=7,7.

    Logo, a solução pode atuar como tampão, ou seja, diminuindo o PH da solução, mesmo não fomando um ácido ou um base fraca com os íons da autoionização da água.

    b) Pela proporção estequiométrica o NaCl possui 0,15 mols. Logo, o nº de mols do Na+ também será de 0,15 mols. Então:

    [Na+]=0,15/0,5 => [Na+]=0,3 mol/l

    c) Pela proporção estequiométrica o H3PO4 possui 0,05 mols.

    Considerando a ionização de 2 hidrônios, tem-se que:

    ka=[H+]².[PO4-3]/[H3PO4] => 8=x².x/0,05 => x=∛8.5.10-2 => x≈0,342 mol/l

    d) Essa é muito correta !!! Pois esses ânios tanto recebem como doam prótons, logo, são anfipróticos.

    Obs: os cálculos da alternativa "c" estão aproximados.

    Very Happy

    Diegomedbh
    Membro
    Membro

    Mensagens : 30
    Data de inscrição : 14/03/2012

    Re: Solução Pka

    Mensagem por Diegomedbh em Dom Mar 18, 2012 4:39 pm

    Só uma dúvida!

    Como vocês sabem que o sal Na3PO4 derivado do ácido fraco vai estar presente na solução final?
    Qual dado garante que ele não reagiu completamente com o HCl? Pois, se isso acontecer não terei mas uma solução tampão uma vez que o sal reagiu completamente com o HCl.
    Minha dúvida maior foi essa, pois ele não me dá dados para saber o quanto do sal reagiu com o HCl e vice-versa. Para concluirmos que essa solução pode atuar como tampão nos temos que admitir que a reação não foi completa, mas que informação sugeriu isso?
    Pois se a reação não fosse completa ele teria que me dar dados para calcular o quanto de HCl reagiu com Na3PO4 e isso não foi feito, logo no meu entender o enunciado deixou subentendido que a reação é completa já que não há dados para pensarmos o contrário.

    A seguinte passagem do enunciado explicita: (de modo a formar 500ml de solução de pH = 8,0). Esse fato sugere que essa reação não é completa??? É isso né? Pois só esse fato me faz aceitar a letra A como correta!?

    Mas se a reação não é completa também posso pensar na formação do Na2HPO4 já que não há ionização dos três hidrogênios uma vez que ele obtém uma solução de pH=8,O, afinal foi por isso ele deu os Pkas?

    Então terei na solução H3PO4-----> H2PO4- + H+ -------> HPO42- + H+. Assim esse íon difosfato de hidrogênio pode juntar-se com o íon Na+.

    Na3PO4 + HCl ---------> NaCl + H3PO4 + Na2HPO4

    Concordo claramente que a letra C é a resposta não há dúvidas no raciocínio. Só estou querendo entender melhor a questão que parece mal feita.

    Luís Feltrin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 321
    Data de inscrição : 11/06/2011
    Idade : 26
    Localização : Rio Grande do Sul

    Re: Solução Pka

    Mensagem por Luís Feltrin em Qua Mar 21, 2012 7:06 pm

    Como vocês sabem que o sal Na3PO4 derivado do ácido fraco vai estar presente na solução final?
    Qual dado garante que ele não reagiu completamente com o HCl? Pois, se isso acontecer não terei mas uma solução tampão uma vez que o sal reagiu completamente com o HCl.


    Diego, quase todas as reações químicas são reversíveis, ou seja, elas se processam em ambos os sentidos. Ao mesmo tempo em que se formam produtos, parte desses produtos regenera os compostos iniciais. Essa é a base do equilíbrio. Quando se diz que uma reação química atingiu o equilíbrio significa dizer que os produtos estão regenerando os reagentes à mesma velocidade com que são formados. Quando se analisa uma questão que envolve ácido poliprótico como esta, a visualização do equilíbrio é mais difícil, pois estamos trabalhando com várias substâncias que se formam e fazem parte desse equilíbrio. A ideia que você deve ter é que os reagentes não desaparecem completamente e há formas de se fazer com que esse equilíbrio se desloque mais para um lado ou mais para outro. Dê uma lida naquela parte de deslocamento de equilíbrio que você entenderá melhor essa matéria.

    Diegomedbh
    Membro
    Membro

    Mensagens : 30
    Data de inscrição : 14/03/2012

    Re: Solução Pka

    Mensagem por Diegomedbh em Qua Mar 21, 2012 8:05 pm

    A questão é: se considerarmos uma solução tampão obviamente teria que existir um equilíbrio. Porém o enunciado não deixa claro se ocorrerá esse equilíbrio.
    Aliás, temos um ácido forte HCl e sabemos que um ácido forte reage com todo sal presente em sua solução, salvo o HCl como reagente limitante.
    Concordo com todas suas colocações sobre equilíbrio químico, só não concordo que grande parte das reações estabelecem equilíbrio isso dependerá da finalidade de cada reação. Afinal, a maioria das reações acontecem em ambiente aberto e em grande parte delas temos substancias no estado gasoso.
    Resumindo não entendi muito bem essa questão e se minhas considerações estiverem erradas pode me corrigir pois posso estar equivocado.
    Obrigado mesmo pela ajuda.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Solução Pka

    Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 9:21 am


      Data/hora atual: Qua Dez 07, 2016 9:21 am