Bio&Química

IMPORTANTE: No momento, não há atividades neste fórum. Por favor,caso queira sanar suas dúvidas, visite o fórum www.pir2.forumeiros.com ,que você encontrará seções ativas de biologia e química.

Obrigado.
Bio&Química

Este fórum é um espaço dedicado ao ensino da Biologia e Química que, disponibiliza em suas páginas, apostilas, e-books, questões resolvidas e tudo o mais para incentivar e expandir o aprendizado.

Para abrir Editor LaTeX Codecogs - clique


clique em "copy to document" e copie o código HTML para o campo de postagem
Thank you Codecogs!
CodeCogs - An Open Source Scientific Library

    (UFMG) Cadeia alimentar

    Compartilhe

    epatrick
    Membro
    Membro

    Mensagens : 76
    Data de inscrição : 03/02/2012

    (UFMG) Cadeia alimentar

    Mensagem por epatrick em Qui Mar 01, 2012 11:50 pm

    Analise este gráfico, em que estão representados dados obtidos em um estudo sobre a cadeia alimentar presente em determinada área:



    Considerando-se essas informações, é CORRETO afirmar que as curvas I, II e III representam, respectivamente, populações de
    a) capim, gafanhotos e sapos.
    b) capim, sapos e gafanhotos.
    c) sapos, capim e gafanhotos.
    d) sapos, gafanhotos e capim.

    [Planck]³
    Membro
    Membro

    Mensagens : 132
    Data de inscrição : 11/02/2012

    Re: (UFMG) Cadeia alimentar

    Mensagem por [Planck]³ em Sex Mar 02, 2012 8:32 am

    Vc deve partir de um pressuposto: a maior quantidade de indivíduos de uma cadeia alimentar deve ser a dos predadores. Apesar de eu sempre achar isso um pouco ilógico, é isso que diz meu AMABIS. Logo, I é o sapo.

    Se a quantidade de sapos cair vertiginosamente, como acusa o gráfico, sua presa vai crescer vertiginosamente, ou seja, o gafanhoto é o número II.

    Se a quantidade de gafanhotos crescer, a quantidade de capim cai. Logo, o capim é o III. É só lembrar da chamada curva de Gauss para presa e predador que já caiu 102345 de vezes em vários vestibulares pelo país.

    Portanto, correta letra D..

    Abraços. Smile

    epatrick
    Membro
    Membro

    Mensagens : 76
    Data de inscrição : 03/02/2012

    Re: (UFMG) Cadeia alimentar

    Mensagem por epatrick em Sex Mar 02, 2012 9:13 am

    [Planck]³ escreveu:]Se a quantidade de sapos cair vertiginosamente, como acusa o gráfico, sua presa vai crescer vertiginosamente, ou seja, o gafanhoto é o número II.



    Na verdade, eu interpretei da seguinte forma:

    "No mesmo instante em que o número de indivíduos da população I decresce, o número de indivíduos da população II aumenta. Com isso, a espécie II é predadora da espécie I".

    Concorda?


    Um abraço!




    Última edição por epatrick em Sex Mar 02, 2012 1:06 pm, editado 1 vez(es)

    [Planck]³
    Membro
    Membro

    Mensagens : 132
    Data de inscrição : 11/02/2012

    Re: (UFMG) Cadeia alimentar

    Mensagem por [Planck]³ em Sex Mar 02, 2012 1:00 pm

    Não concordo. Em nenhum momento a população I aumenta. Ela inicia com uma quantidade superior e por alguma razão ecológica não explicitada a população I começa a decrescer, fato este que faz com que a população II aumente, ou seja, II é presa de I. Se fosse o contrário, ou seja, a população II crescendo e esta sendo o predador e a população I, a presa, aí sim seu pensamento estaria certo. Acho que vc quiz dizer isso.

    Eu só consegui desenrolar essa questão a partir de um pressuposto: a quantidade de predadores (consumidores secundários) deve ser maior em uma cadeia alimentar (inclusive isso é digno de uma discussão, já que eu acho isso meio paradoxal). OK ?

    Qualquer dúvida, a gente discute, blza ?

    Abraços. Very Happy

    epatrick
    Membro
    Membro

    Mensagens : 76
    Data de inscrição : 03/02/2012

    Re: (UFMG) Cadeia alimentar

    Mensagem por epatrick em Sex Mar 02, 2012 1:14 pm

    [Planck]³ escreveu: Se fosse o contrário, ou seja, a população II crescendo e esta sendo o predador e a população I, a presa, aí sim seu pensamento estaria certo. Acho que vc quiz dizer isso.


    [Planck]³, era isso mesmo que eu queria dizer, acabei digitando errado. Esse pressuposto do Amabis é meio ilógico (eu tenho a coleção completa mais recente em pdf e, não há uma explicação satisfatória desse princípio). O Interessante é que os vestibulares da UFMG sempre consideram como predadores o que estão em maior quantidade e presas, os que aumentam com o diminuição de predadores (o fato de que sempre os predadores estão em maior número parece ser uma lei natural , o que é um absurdo).

    Um abraço!

    [Planck]³
    Membro
    Membro

    Mensagens : 132
    Data de inscrição : 11/02/2012

    Re: (UFMG) Cadeia alimentar

    Mensagem por [Planck]³ em Sex Mar 02, 2012 2:02 pm

    epatrick escreveu:
    o fato de que sempre os predadores estão em maior número parece ser uma lei natural , o que é um absurdo[/b]

    Concordo plenamente.

    Analise só em que eu pensei para poder tentar explicar isso: de acordo com o princípio de gause ou princípio da exclusão competitiva, indivíduos com nichos parecidos ou até iguais tendem a competir entre si até que o mais apto sobreviva e dê continuidade à seleção natural. Se existirem predadores que possuam o mesmo nicho, um deles tende a extinguir o outro e qual será o novo fator que poderá diminuir sua densidade em uma comunidade biológica ? Nenhum !! Mesmo considerando a resistência do meio e a carga biótica máxima do "predador fodástico", ele seria o topo da cadeia alimentar daquele biótopo e sua população seria constante e a maior de todas.


    Faz sentido, não ?! Very Happy

    Luís Feltrin
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 321
    Data de inscrição : 11/06/2011
    Idade : 26
    Localização : Rio Grande do Sul

    Re: (UFMG) Cadeia alimentar

    Mensagem por Luís Feltrin em Sex Mar 02, 2012 2:18 pm

    Considerando que o I é o capim, o II os gafanhotos e o III os sapos, podemos interpretar da seguinte forma: num primeiro momento, os gafanhotos comem o capim. A quantidade de capim diminui e a de gafanhotos aumenta. Chega um momento que a quantidade de gafanhotos é tão grande que eles começam a duelar por comida, que, nessa altura do campeonato, começa a ficar bem escassa. Os sapos, que até então estavam bem tranquilos no seu canto, veem o vasto número de gafanhotos como uma ameça e partem pra guerra. Mas como o número de insetos é bem maior, os anfíbios, num primeiro momento, perdem a primeira batalha. Enquanto isso, o capim, coitado, está sendo todo destruído pelo derramamento de sangue dos sapos guerreiros. Mas nem tudo está acabado para os heróis linguarudos, pois os gafanhos sofrem uma baixa bastante considerável nessa sangrenta guerra milenar. Enquanto o seu precioso alimento está em baixa no mercado, os sapos, muito espertos esses safadinhos, aproveitam pra comer os gafanhotos defuntos e ficar fortes pra nova peleja. Se por um lado a situação é crítica para os gafanhos, sem comida e sofrendo baixas terríveis, os anuros, muito bem nutridos, aproveitam pra casar e constituir família. Novos sapinhos nascem e ajudam a comer os gafanhos, cada vez mais escassos num ambiente também cada vez mais destruído pela guerra do século!

    Conteúdo patrocinado

    Re: (UFMG) Cadeia alimentar

    Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 7:42 pm


      Data/hora atual: Seg Dez 05, 2016 7:41 pm